sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Mala, trolley, necessaire...

Espero não exagerar na quantidade de roupa, porquanto vamos de férias e não mudar de casa, mas estou desejando de ver as malas a apinharem-se junto à entrada de casa, prontas para serem colocadas dentro do carro!
É que, para além das nossas, ainda tenho que fazer a do pitukinho que vai ficar com a avó, e ainda não as fiz...

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

A submergir lentamente

Hoje estou assim... como o tempo que não sabe se há-de chover ou fazer sol.
Uma coisa é você achar que está no caminho certo, outra é achar que o seu caminho é o único. Nunca podemos julgar a vida dos outros, porque cada um sabe da sua própria dor e renúncia...
(Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei)

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Começo a sentir...

... o cheiro a férias. Praia. Piscina. Relax. Amigos. Noitadas. Namoros. Por esta ou por outra ordem, este é o desejado universo de férias que a minha mente precisa. O destino é daqueles de sonho... Paradisíacas praias de areia branca e fina, águas cálidas e cristalinas, cercadas por corais e rodeadas de milhões de coqueiros e palmeiras! Ainda para mais em hotel 5 estrelas com serviço VIP e pacote nupcial incluído!
Vão ser, certamente, umas férias diferentes e com infinitos pontos positivos, mas o facto de irmos estar 15 dias sem o pitukinho está a tirar-nos o sono. Começo a sentir-me também à beira de um ataque de nervos...
Vão ser 3 longos dias...

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Hate Me

"O outro lado da Vingança" é o título da Banda Sonora Original que toca non stop no cd do meu carro.
As músicas que acompanham as aventuras e desventuras do Santiago Medina ficaram-me no ouvido. Principalmente os Blue October, com Hate Me... Até o pitukinho já a trauteia a caminho do infantário!!

I have to block out thoughts of you so I don't lose my head
They crawl in like a cockroach leaving babies in my bed
Dropping little reels of tape to remind me that I'm alone
Playing movies in my head that make a porno feel like home
There's a burning in my pride, a nervous bleeding in my brain
An ounce of peace is all I want for you. Will you never call again?
And will you never say that you love me just to put it in my face?
And will you never try to reach me?
It is I that wanted space

Hate me today
Hate me tomorrow
Hate me for all the things I didn't do for you
Hate me in ways
Yeah ways hard to swallow
Hate me so you can finally see what's good for you

I'm sober now for 3 whole months it's one accomplishment that you helped me with
The one thing that always tore us apart is the one thing I won't touch again
In a sick way I want to thank you for holding my head up late at night
While I was busy waging wars on myself, you were trying to stop the fight
You never doubted my warped opinions on things like suicidal hate
You made me compliment myself when it was way too hard to take
So I'll drive so fucking far away that I never cross your mind
And do whatever it takes in your heart to leave me behind

Hate me today
Hate me tomorrow
Hate me for all the things I didn't do for you
Hate me in ways
Yeah ways hard to swallow
Hate me so you can finally see what's good for you

And with a sad heart I say bye to you and wave
Kicking shadows on the street for every mistake that I had made
And like a baby boy I never was a man
Until I saw your blue eyes crying and I held your face in my hand
And then I fell down yelling "make it go away!"
Just make a smile come back and shine just like it used to be
And then she whispered "How can you do this to me?"

Hate me today
Hate me tomorrow
Hate me for all the things I didn't do for you
Hate me in ways
Yeah ways hard to swallow
Hate me so you can finally see what's good for you, for you, for you, for you.

E de repente...


... começei a sentir uma pena enorme os pequenos cangurus que têm que andar aos saltos nas bolsas marsupiais de suas mães...

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

As saudades que eu tinha...


... de sentir o cheirinho a castanhas assadas na rua...!
Hoje, assim que saí de casa foi o primeiro cheirinho que senti.
Huummmm! Tão bom :) ...

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Quanto mais conheço as pessoas...

... mais sinto a falta do meu Ruby...
...Quando tudo corre realmente mal, quando me sinto amarga, cansada, desfeita, desesperada, desiludida, descrente e quando quase odeio o mundo... ... percebo como sinto a falta do meu Ruby, e da forma como ele se aninhava a meu lado e me mimava até eu me render e me esquecer de tudo o que me rodeava...

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Ajudemos a preservar o Meio Ambiente

Bloggers Unite - Blog Action Day help promote the day
Somos todos responsáveis pelo ambiente. O futuro do planeta e o dos nossos filhos irá depender de tudo aquilo que fazemos actualmente. Não será este o momento de tomarmos uma atitude mais consciente, responsável e menos egoísta?
Podemos fazer muitas coisas sem custos adicionais e sem prejudicarmos a qualidade de vida a que estamos habituados. Na realidade, o grande desafio consiste (apenas) em adquirirmos alguns novos hábitos, que, em breve, serão realizados de um modo rotineiro e natural.
A política ambiental dos 3 R's (reduzir, reutilizar e reciclar) além de pretender sensibilizar-nos para a necessidade urgente da preservação do meio ambiente, centra-se objectivamente em algumas questões sobre as quais todos temos uma palavra a dizer, ou melhor, algo a fazer.

Eu Reduzo o consumo dos recursos:
*Não deixo a água a correr quando tomo banho ou lavo os dentes;
*Raramente tomo banho de imersão;
*Tenho o cuidado de apagar as luzes sempre que estas não sejam necessárias;
*Uso lâmpadas de baixo consumo;
*Apenas ligo o ar condicionado quando estou em casa e só quando necessário.

Eu Reutilizo alguns materiais:
*Aproveito o lado não usado de folhas A4 para rascunhos e apontamentos;
*Guardo os sacos de plástico das compras e faço deles sacos de lixo;
*Uso maioritariamente pilhas recarregáveis;

Eu Reciclo plásticos, papel, embalagens, vidro, pilhas!

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Insónias... e vigília às férias!

Esta noite o meu pitukinho voltou a acordar às 6h da matina e depois de o pai o pôr na nossa cama, adormeceu novamente até que o acordei às 8h. Mas eu não voltei a pregar olho!Provavelmente não existe ninguém que não tenha sofrido de insónias, quer sejam elas provocadas por barulho, preocupações depressão ou excesso de cafeína. Porque há coisas que não se esquecem. Porque há coisas, ou situações, que nos fazem custar a adormecer.
Mas do que eu me queixo mesmo é das suas consequências: cansaço, diminuição de concentração e de memória, perda de energia... Por isso, e por mais que me agradem as duas semanas de “circuito pela Europa”, neste momento isso soa-me a cansaço, perda de energia e muita paciência para aguentar longas horas de carro... Por isso lá convenci o G. e o Tó (a Neusa deu uma ajuda porque ela também queria sol!) a ir para um bom resort, de preferência situado em águas quentinhas e transparentes.
E como não consigo preparar-me mentalmente para estar separada do meu menino duas semanas, concordámos em fazer uma semana de férias sozinhos (sem ele), mas depois voltamos e fazemos uma semana de férias “cá dentro”, ou melhor, cá perto, com ele. E nessa semana, para além da Neusa e do Tó, os padrinhos do pitukinho, Cátia e Renato, também nos vão acompanhar.
Espero que estas semanas não demorem muito a passar...

Isinha, 23 vezes Parabéns!

Mas porque é que...


... as pessoas que ocupam a casa do lado direito da minha (já vão em 3 vizinhanças diferentes) têm sempre gatos?
E porque é que os ditos adoptam a minha casa como se fosse a deles...?

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Alma Invadida

Evito tomar antidepressivos ou ansiolíticos por causa da minha criança, mas a verdade é que sinto falta de energia, muito desânimo, muita fraqueza muscular, a memória está fraca, o humor é nulo, a tristeza e a angústia são umas constantes. Tudo isto me provoca alterações no apetite e no sono.
Este fim de semana e devido à agitação que o pitukinho tinha no seu sono, deitei-o sobre a nossa cama, o que o acalma sempre. Só que acabei por adormecer primeiro que ele. Para meu desespero, ele acabou por cair da cama e bater com a cabeça na mesa de cabeceira. Mais um galo... este por minha culpa. Neste momento acho que estou a desempenhar pessimamente o papel de mãe...
Obrigo-me a contornar a desmotivação e a falta de energia, sem calmantes ou tranquilizantes, mas sei que estes me fariam sentir mais calma, menos tensa, mais relaxadas e certamente que dormiria melhor.
Nem o aproximar das férias me faz sentir melhor. Antes pelo contrário... Começo a pensar se, ao invés de distrair a minha mãe, não a estarei a sobrecarregar ao deixar o pitukinho com ela...