sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Esta passagem de ano promete!

Não que seja muito diferente do ano passado, se bem que antevejo muito menos trabalho!
Vamos para o bar -In SenSuS caffe bar- onde, e ao contrário do ano passado, não haverá jantar, mas haverá muito que comer e beber para nos despedirmos em grande de 2007. As portas estarão abertas a toda a gente que queira aparecer para beber um copo e celebrar a chegada do novo ano, com um grandioso espectáculo pirotécnico de luz e cor como pano de fundo.
E para fechar a noite em grande e começar o ano em pleno, nada melhor que ir ouvir os ritmos quentes dos Orishas, que eu simplesmente A-D-O-R-O!!!
O miúdo ficará connosco até à meia noite (espero que se aguente sem sono para ver o fogo de artifício) e depois fica com a minha (santa!) sogra até que fechemos o bar.

(re)confortos e afins...

Ora lá fui eu na quarta-feira cheia de optimismo para a consulta no HDF. Pois vou ter que fazer tratamento, mas mais uma vez o médico assegurou-me que continua tudo em estado pré canceroso.
Não têm sido fáceis estes dias, mas ter o Gil e a Cátia a meu lado, chegar a casa e sentir o calor do abraço do meu pitukinho, faz-me acreditar que vou vencer mais esta batalha!
Não adianta continuar a perguntar-me “porque é que isto me está a acontecer?” e a achar-me vítima das circunstâncias e dos outros e tampouco transformar a vida num muro de lamentações!
Pode a dor, a mágoa, a ingratidão, a doença, a revolta, a depressão e a profunda tristeza me bater à porta que eu vou continuar a recusar-me a abrir! Mas confesso que aprecio (bastante!) os gestos de quem tem tentado me (re)confortar! Sabe tão bem saber que alguém se preocupa comigo. Sabe tão bem receber os telefonemas e visitas dessas pessoas.
Obrigado a todos os que me visitaram neste cantinho e pessoalmente, mandaram mails, mandaram sms's e ligaram, estes mimos sabem muito bem :)
Com pessoas como vós a apoiar-me, só posso pensar assim.
Obrigada mesmo por existirem!

Amiga mais que Siss!

Este post é para ti CÁTIA!
Minha Amiga Querida, Minha Amiga Sempre Presente!
Desde que apareceste na minha vida, és uma pessoa imprescindível e não faltas em nenhum momento. Tens estado a meu lado nos bons e nos maus momentos, sempre com um abraço bem apertado e cheio de carinho, sempre sabendo quais as palavras certas para apaziguar o meu coração. És a amiga que não me diz "vai em frente", mas sim "eu vou contigo!". Mais que isso, em vez de dizeres, apresentas-te a meu lado.
Quem disse que amigo é dinheiro no bolso está muito enganado, pois o dinheiro não nos ajuda quando estamos tristes, muito menos quando estamos sózinhos. E os momentos mais difíceis na minha vida fazem-me agradecer por os anjinhos terem colocado uma pessoa tão boa e amiga como tu no meu caminho.
Espero sempre saber retribuir e agradecer esta amizade tão verdadeira que me tens. Tu mereces tudo o que há de melhor!!! Que sempre sejas coberta de bençãos de amor, saúde, paz e muita prosperidade! Que o teu caminho seja iluminado e guiado em todos os passos.
Obrigada minha amiga-irmã por seres tão especial! És uma pessoa incomparável!
Ao longo de todos estes anos de convivência tens-me demonstrado o verdadeiro significado da Amizade! Tanto, que quaisquer palavras de agradecimento que te possa dizer me irão sempre soar a pouco...
Por isso digo-te do coração que te amo muuuuuuuuuuuuuuuito!

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

O sentido da Vida

Confesso que nunca mais pensei na biópsia. Nem sequer na altura lhe dei grande importância.
Lembro-me de ter perguntado se os resultados iriam para o centro de saúde ou se os tinha que ir lá levantar.
Lembro-me que o médico me respondeu que ficavam no hospital e que teria acesso a eles na consulta em Junho, excepto se se algo fosse detectado e aí eles entrariam em contacto comigo.
Lembro-me ainda de ter dito em tom de brincadeira: "então se eu tiver o telemóvel desligado até Junho, é sinal que está tudo ok, certo?"
Afinal não ligaram... mas escreveram! :(
Tenho consulta agendada no ínicio da próxima semana.
Aguardo então para saber o que acusou a biópsia.
Entre a esperança e o medo algures fica a minha vida... mas em esperança tenho eu vivido ultimamente, pelo que o pensamento continua positivo! Tenho que estar optimista depois de tudo por que estou a passar este ano. Só posso acreditar que tudo vai correr bem.
Afinal eu descendo dos Rochas! Sempre fui (e sou!) díficil de derrotar e deitar abaixo!

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Sobre o ciúme...

"Quando tinha onze anos, Anita foi reclamar com a mãe. "Não consigo ter amigas. Como sou muito ciumenta, elas se afastam".
A mãe estava cuidando de pintinhos recém-nascidos, e Anita pegou um deles, que logo tentou fugir. Quanto mais a menina apertava-o na mão, mais o pintinho se debatia.
A mãe comentou: "experimente pegá-lo com suavidade".
Anita obedeceu. Abriu as mãos, e o pintinho parou de se debater. Começou a afagá-lo, e ele aninhou-se entre seus dedos.
"Também os seres humanos são assim", disse a mãe. "Se você quer prendê-los de qualquer jeito, eles escapam. Mas se for doce com eles, irão permanecer sempre ao seu lado".

in guerreiro da luz

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Lista de Natal

Acho que nunca fiz uma lista escrita de prendas que gostava de receber no Natal, mas hoje inspirada por outros blogs, apeteceu-me!
Então pai Natal, aqui vai:
1. Uma casa! (... daquelas com lareira, sala grande e um jardim enorme para o puto poder brincar!)
2. Um trem de cozinha!
3. Uma máquina digital (com bateria, nada de pilhas!)
4. Uma mala (sim, sim, mais uma!)
5. Uma carteira onde se possa colocar 99 cartões!
6. Um sofá de canto para a sala!
7. Um DVD com TV de tejadilho para colocar na carrinha!
8. Um voucher para as férias do ano que vem!
9. Um telemóvel nokia 8600 luna!
10. Um televisor plasma!
11. Uma moldura de fotografias digital!
12. Uns brincos em ouro branco!
Bem... acho que chega!! :-)

Como vai esse Espírito Natalício?

Quizz de Natal do site da IOL
Festiva

Adora o Natal! Nunca diz que podia ser quando o homem quisesse porque gosta que seja só uma vez por ano. Só assim acredita que se pode valorizar a data e tudo o que significa. Respeito pelos outros e amor ao próximo, mas também a maior das festas da família. Enquanto é Natal, o sorriso só sai do seu rosto se alguém põe em causa as celebrações. É que para si há coisas que são sagradas.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Com que idade vais morrer? :)




You Will Die at Age 76



You're pretty average when it comes to how you live...

And how you'll die as well.



E aquilo a que, de facto achei mórbido, de repente soa-me tão bem...!!!

HDF, gabinete 29

Bem, pelo menos este ano não farei parte dos 950 novos casos de cancro do colo do útero diagnosticados em Portugal!
Na terça-feira lá rumei ao HDF, na companhia do G. e da Cátia (obrigada por tudo amiga! Quero publicamente dizer que te adoro e que desde que te conheço nunca deixaste de estar ao meu lado, nos bons e nos maus momentos! E até nos assim assim! Adoro-te muito! És a irmã, a amiga, a companheira que toda a gente gostaria de ter! Sei que posso, sempre e incondicionalmente, contar contigo!) e após 3 longas horas de espera lá fui chamada ao gabinete 29 e atendida pelo médico.
Entre muito desconforto, incómodo e ardor, o médico lá fez a colposcopia e retirou tecido para uma biópsia. As lesões não aparentavam ser graves e nem cancerosas, pelo que o médico simplesmente as removeu. Bem, não foi assim tão simplesmente porque até ganhei um andar novo nesse dia, mas suportou-se... O tratamento é eficaz a curto prazo, mas são comuns as situações de reaparecimento da doença, pelo que agora serei “controlada” de 6 em 6 meses.
Por tudo isto, porque sempre achei que isto nunca me iria acontecer e porque aprendi que
* o rastreio é essencial para detectar alterações nas células numa fase precoce, permitindo que se evite a progressão para lesões cancerosas;
* fazer uma citologia (exame de papanicolaou) com regularidade é a única forma de reconhecer as lesões pré-cancerosas do colo do útero;
porque o tratamento das lesões pré-cancerosas é simples e eficaz e é o único caminho para evitar o aparecimento do cancro do colo do útero;
* o cancro do colo do útero representa a segunda causa de morte por cancro na Europa em mulheres entre os 15 e 44 anos;
sinto-me compelida a passar a palavra!
Informem-se e não permitam que o cancro decida o vosso futuro, ou o das vossas filhas, mães, irmãs, ou o da vossa filha melhor amiga...
Passem a palavra!
Digam-lhes que o cancro do colo do útero pode afectar todas as mulheres, que é causado pelo Papilomavírus, um vírus muito comum, mas que a prevenção existe!

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Amanhã é dia de veredicto

... ou assim espero!
Vou fazer o exame para saber a localização das células anómalas e saber se as alterações são apenas ligeiras ou se já são células cancerosas e neste caso, se será preciso remover alguma coisa que por aqui esteja a mais.
E sim, já fui ao médico(s). De família (foi ele quem deu o grito de alerta) e à minha ginecologista e ambos confirmam que lesão intraepitelial é indicio de células pré-cancerosas.
Mas estou muito optimista e acho que isto não passa de uma célula meio maluca que resolveu chamar a atenção no dia em que fiz a citologia.
No entanto, minhas queridas amigas, virtuais ou não, devo confessar, que numa altura onde a dor, a mágoa, a revolta, a depressão e a profunda tristeza me bateram à porta, os vossos comentários, observações e palavras de alento têm-me sabido muito bem.
Ainda há pouco tempo atrás lamentava-me com a Cátia por certas pessoas, a quem eu quero tão bem, se terem afastado de mim e da minha vida sem motivo (pelo menos aparente) e que estas alterações na minha vida me fizeram sentir muito a sua falta. Chorei por sentir a sua falta, por sentir falta das suas palavras de (re)conforto, por sentir falta da sua companhia, das suas mensagens...
Afinal, eu tenho é que agradecer pelas pessoas que tenho presentes na minha vida e não lamentar-me pelas que não tenho! E porque eu tenho todas (todos) vós, que me lêem e na maioria nem me conhecem, mas tiveram para comigo, quer por aqui quer por telefone, palavras de ânimo e de coragem!!

Já sabe a Natal...!


sogrinha querida, que por muitos anos se conserve assim, porque me sabe adoçar a boca e mimar o meu apetite como mais ninguém!
Vá lá, ao menos hajam coisinhas boas!...

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Síndromes de Infelicidade

A sensação que tenho é que o chão tremeu de baixo dos meus pés e todas as forças se uniram para tentar abalar o meu mundo (que estava tão tranquilo ultimamente....).
São mudanças na vida familiar que sempre conheci e as consequentes alterações, o sofrimento daqueles a quem quero tão bem, o receio do futuro, o medo de não conseguir suportar a responsabilidade que se avizinha...
Nos últimos tempos tenho tentado ser forte e não interiorizar tristezas por esta fase da minha vida. Pelo meu filho, pela minha mãe, pelos meus avós, pelo meu marido, por mim...! A viagem que o G. me proporcionou contribuiu muito para que eu me distraísse desta triste realidade e, mesmo que por poucos dias, conseguisse descansar e renovasse forças no coração.
Mas como se todas estas provações não bastassem, logo que chegada da viagem, vi-me ainda confrontada com um resultado anormal numa citologia.
Não tenho por hábito sofrer por antecipação e por tudo tento pensar que não se vai passar nada... que tudo vai correr bem, mas a internet serve para muito mais que mandar e-mails ou falar com os amigos através do messenger e não foi preciso uma pesquisa muito aprofundada para perceber o que significa a presença de células anómalas no epitélio do colo do útero.
É certo que muitos casos de lesões pré-cancerosas do colo uterino podem ser tratadas com êxito quando detectadas prematuramente e facto é que a última citologia que fiz foi em Março.
Mas... fui tomada de surpresa e sinto-me um bocadinho perdida, assim de repente...
Acredito muito no lema O importante é a Vida e a consciência que ela, por ela, e nela, se adquire. Mas neste momento desespero a tentar perceber o que é que a vida me está a querer ensinar com esta situação, com esta dor, com esta dificuldade...