terça-feira, 4 de março de 2008

Na sombra das linhas inimigas!

Hoje fui ao meu médico de família. No meio de prescrições para a mamografia, para as ecografias e para as análises, ele olha para o meu boletim de saúde e constata que estou com mais 10 quilos do que estava antes de engravidar.
“A Marta está com 34 anos a caminho dos 35, não é?”
34? mas eu ainda nem me habituei aos 32 e já estou quase nos 35??... “Parece que sim dr.”
“Vamos ter que tirar estes quilinhos que estão aqui a mais. Olhe que quanto mais tempo deixa passar mais dificil se torna! E temos que preparar um bom terreno para a menina...!”
Menina? Já? Será que já sou considerada uma mãe "velha"? De facto 33 anos de diferença são muitos... e se quiser ter outro filho a diferença ainda será maior...
ConclusãoI: Tenho que emagrecer urgentemente porque isto vai de mal a pior... Malditos 10 quilos...! Maldita preguiça, maldita vida sedentária, maldita falta de tempo, maldita falta de vontade, maldita boca que só pensa e come coisas que não deve...
ConclusãoII: Ter um segundo filho não passa por uma questão de idade, mas sim de responsabilidade e disponibilidade. E sempre achei que 40 anos seria uma idade bonita para ter um segundo filho, mas as possibilidades de riscos aumentam bastante... para além do que quando eles tiverem idade de ter filhos eu terei muito perto dos 70 anos... Já nem devo conseguir ser uma avó "de jeito"...