segunda-feira, 28 de abril de 2008

Fim-de-semana prolongado...

de calor e subida da temperatura;
de castelos de areia na praia;
de pernas ao sol;
de festa de baptizado do Rodrigo;
de estridentes cantorias;
de doces pitukices na cozinha;
de cozido à Portuguesa como só a sogrinha sabe fazer;
de longos passeios, aventuras e pura diversão;
de momentos a três recheado de emoções...!

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Feliz Aniversário Jorge!

Amigo, que hoje completa 36 primaveras!
Amigo, onde sempre ancorei a essência do sentimento amizade!
Amigo, que, por ser como é e sem grande dificuldade, ganhou um espaço no meu coração.
Amigo, sempre respeitador do meu modo de ser.
Amigo, sempre presente nos grandes momentos da minha vida.
Pelo tempo que o conheço e por tudo o que já vivemos, considero-o quase meu irmão!
A ti, muitas felicidades e um MUITO OBRIGADO por fazeres parte da minha vida, e por me deixares fazer parte da tua!

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Em Abril águas mil

...já diz o ditado. E eu até gosto de ver a chuva cair. Ainda mais quando é acompanhada por este calorzinho que já faz pensar no Verão e que já me fez trocar as botas pelas sandalocas! Mas o que é demais também não presta! Chove ininterruptamente há três dias!!
Abril é mês de revolução! E o tempo não escapa...!!

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Obras, obras e mais obras!!

Com a repavimentação (?) da av. João Meireles, com a av. Vilamoura XXI a ser "revitalizada" por lombas-passadeiras (de suspensão hidropneumática, julgo eu, pela maneira como abatem), com a av. do parque a ganhar uns remendos nas meias-solas e com o caminho de Vale Judeu interrompido por umas construções intermináveis, passe eu por onde passar no caminho casa-infantário-escritório-infantário-casa, apanho sempre um trânsito infernal!
Para ajudar na festa das obras intermináveis, a E.N.125 junta-se agora ao rol das requalificações...!

terça-feira, 1 de abril de 2008

Em dia das mentiras...

apetece-me acreditar que vivo no mesmo País que o primeiro ministro José Socrates...!
Apetece-me acreditar que o custo de vida não tem aumentando de forma exorbitante.
Apetece-me acreditar que o desemprego não tem aumentado.
Apetece-me acreditar que o Serviço Nacional de Saúde funciona.
Apetece-me acreditar que tudo está muito melhor e que em pré-campanha ainda melhorará mais...!