terça-feira, 27 de maio de 2008

Hidrocarbonetos espanhóis

Com os constantes aumentos do preço da gasolina temos aproveitado para ir de 15 em 15 dias a Espanha fazer umas compritas e atestar os 75 do depósito da GV.
Mas nunca tinho visto os postos de abastecimento como vi este fim de semana. Filas intermináveis, de gente lusa, entenda-se!
E quando chegámos à bomba do primeiro posto (sim, porque tivémos que ir a 3!), compreendi o patriotismo do Paulo Portas quando declarou que não tinha metido combustível em Espanha: o gasóleo estava esgotado!
Já que o nosso (des)governo se desonera da responsabilidade de regular o sector, para impedir a especulação reinante, Zapatero agredece e vai aproveitando os euros extras nos seus cofres. Mas afinal o Sócrates até o leva de "tu" e, quem sabe, ainda será oferendado com uns bons caramelos!
Não me parece que os portugueses possam resistir muito mais a este estado das coisas.
Começo a considerar seriamente em ir viver para Espanha. Mesmo correndo o risco de encontrar Paulo Portas das feiras numa bomba de gasolina!