sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Trabalhar no Verão e ir de férias no Inverno

O trabalho no escritório deveria de estar mais calmo, mas sinto-me uma bombeira. Com o pessoal praticamente todo de férias, passo os dias a "apagar fogos". Contava eu, nestes dias, agora sem timings, trabalhar a um ritmo normal e relaxar mais um pouco. Mas ainda nem sequer consegui pegar nas coisas que normalmente ficam para trás e que têm que ser feitas agora. Por isso, a minha mesa continua um verdadeiro inferno de papéis...

E a verdade é que o corpo e a cabeça já vão clamando pelas férias que teimam em não chegar...

terça-feira, 26 de agosto de 2008

O supremo apreço pela vida alheia

Muito gostam as pessoas de falar da vida alheia sem olhar para elas próprias e para o que acontece dentro da própria casa.
Têm a solução mágica para a vida dos outros sem se aperceberem que têm a sua própria vida para viver. E não conseguem vislumbrar o quanto há de hipócrita nisso.
Se, pelo menos, falar da vida alheia e tentar achar uma solução para a vida dos outros fosse uma maneira de olhar para si mesmo, seria algo até interessante.
O problema é que nem toda a gente é capaz de olhar para si mesma, talvez com medo do que poderão ver...
Por isso a frontalidade, a capacidade de encarar e dizer as coisas directamente e sem receio, é das coisas que mais aprecio numa pessoa, ainda que essa franqueza traga inerente alguma predisposição para magoar outra(s) pessoa(s).

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Fim-de-semana curto, mas muito bom!

Este foi sem dúvida um fim-de-semana diferente. Recebi em casa a visita da Sofia (uma mamã artesã do melhor que há!), do filhote piolhito Bruno e do Sr. pai Rui.
Apesar do tempo ter voado, ainda houve tempo para um passeio matinal na marina, amenas conversas em esplanada sobre a água, sonecas a meio da tarde, uma boa jantarada (ou seria empanturrada...?), sangria (ahhh, que saudades que eu tinha!!!), voltinha pelo calçadão, praia, brincadeiras na areia...
E ainda tive direito a umas prendas fantásticas feitas pelas fabulosas mãos desta mamã artesã! Um prato fantástico que já está exposto na sala e um conjunto de cozinha composto de avental, luva e pega que acabei de estrear!
O tempo ajudou, a companhia foi óptima e eu já estou a achar falta da babel de gritinhos e correrias pela casa...

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

PARABÉNS LEÃOZINHO!

Completa hoje 33 anos, tem olhos castanhos, cabelo preto curto (agora, porque já o teve bem mais comprido e encaracolado...), é moreno, baixo, magro com porte atlético, tem um sorriso lindo, sente-se bem em roupas casuais e urbanas, gosta de botas texanas e das 6" da timberland, tem um fraquinho por relógios, é doido por todo-o-terreno, sportinguista, adora patuscadas com os amigos, é sociável e comunicativo, idealista, extraovertido, optimista, generoso, audaz, trabalhador, é muito mandão e obstinado, esquecido, sempre reclamando, tem um feitiozinho muito especial, é preciso ter calma para o compreender,
e é o amor da minha vida!

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

35 anos já cá cantam!!

Como o tempo passa! Ainda ontem tinha 18 aninhos e agora já tenho 35...
Tendo em consideração que a esperança de vida hoje em dia anda pelos 70 anos, estarei a meio da minha vida.
Fazendo um balanço da mesma, tiro saldo positivo e guardo excelentes recordações.
Dei alguma cabeçadas com as quais aprendi muita coisa, mas hoje sou quem sou por todo o conjunto de vivências tidas. Sem grandes planos, porque a VIDA deve ser vivida a cada momento, vamos ver o que me reserva esta segunda metade!!
Para já, fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo: nem ele me persegue, nem eu fujo dele e um dia a gente se encontrará...