segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Os Deuses estavam loucos!

Sábado, quase quatro da manhã…
No abrigo do meu quarto, ouço a chuva e o vento que se fazem sentir lá fora… De subido o céu ilumina-se com um enorme clarão! Apesar de estar quente e abafado, os céus estavam a ser brindados por uns valentes relâmpagos.
Levantei-me para logo me sentar na marquise, onde fiquei a apreciar tamanho espectáculo. Relâmpagos enormes, que iluminavam os céus.
Não sei se já alguma vez havia presenciado um fenómeno destes tão intenso.
Já o dia raiava quando eu e o pitukinho, já de barriga cheia de cereais, nos fomos deitar na cama com o G..
O G., que adora chuva, não perde a oportunidade de conduzir nestes dias. Por isso fomos almoçar, com a família, a um restaurante a Olhão.
A tarde e a noite de Domingo foram mais calmas, mas com a chuva cada vez mais intensa e os céus a anteciparem uma violenta agitação da atmosfera.
O que aconteceu perto das três da manhã, quando os relâmpagos voltaram a contrastar com o céu escuro e, desta feita, com trovoada a acompanhá-los.
Parecia que estávamos no meio de um bombardeamento... Seria umas quatro e meia da manhã quando um relâmpago e um trovão se deram em simultâneo e logo após, tudo o que se via cá em casa era escuridão. Mas lá fora vislumbrava-se a luz municipal. De lanterna em punho desci ao andar de baixo e fui ver a minha mãe e logo depois o quadro eléctrico geral da casa. O disjuntor principal havia disparado durante a trovoada...

Devo confessar-vos que apesar de não gostar do Inverno por causa do frio e do vento, adoro relâmpagos! Trovoadas também, desde que os raios estejam a caír (bem) longe!
Têm qualquer coisa que me fascina! Acho-os um dos fenómenos mais intrigantes e poderosos da natureza.

domingo, 28 de setembro de 2008

Adoro o Natal

e à medida que a data se aproxima sinto a criança dentro de mim a crescer... e sabe tão bem!
As decorações natalícias, os postais, as músicas de natal, as prendas!
Este ano quero substituir os presentes tradicionais por outros que agreguem valores mais afetivos e para não deixar as compras para um único mês (porque não há carteira que aguente!) comecei já a fazê-las aqui.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

A chegada do Outono

Hoje é, oficialmente, o último dia do verão em Portugal. O Outono começará quando forem 16:44h mas já se faz sentir nas condições meteorológicas: aguaceiros e uma pequena descida da temperatura.
Com a chegada do Outono, findam os dias de praia, de piscina, os piqueniques, os dias de janelas abertas ao luar... Ficam as saudades dos frutos de verão, das saladas, das churrascadas, das amenas cavaqueiras feitas na mesas das esplanadas.
Mas novas cores e sabores dão cor à vida: a beleza da mudança da cor das folhas das árvores, o sabor das vindimas, os magustos, o cheiro a castanhas na rua, os figos, as laranjas, as roupas mais quentes, o acender da lareira...
Embora a nova estação traga uma melancolia e frequentes ameaças de mau tempo, é no Outono que me sinto mais enérgica. Porque o Outono é minha estação de viagens e visitas a novas terras, porque as férias chegarão em breve e porque o despertar do espírito Natalício em breve também se fará sentir.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Os telemóveis, os relógios e eu!

Primeiro tive um telemóvel, ou melhor, um enorme tijolo nokia 1610. Era pesado como tudo e durou anos. Depois muitos outros se lhe sucederam e foram ficando cada vez mais pequenos. A dada altura até deixei de usar relógio. Tornei-me dependente assumida do uso deste aparelhinho e passei a ter dois números: um do serviço e outro pessoal. Agora, volvidos que estão mais de uma dúzia de anos divorciei-me dele(s)!
Artigos como este contribuíram para o divórcio. Se a radiação emitida pelos telemóveis é capaz de modificar as proteínas do ovo, imagino só o que poderá fazer ao meu cérebro, que já de si não é grande coisa...
O facto de não pararem de tocar também. Não quero ter que inventar desculpas ou requintadas mentiras para ter vida própria ou momentos de sossego...
Aderi à campanha "abaixo as chamadas, viva aos sms's!!!"
Fiz as pazes com o relógio e voltei a usá-lo. Acabei por me render às evidências e estou a dar uso aos lindos relógios swatch com que os meus amigos me presentearam no Natal e no meu aniversário.

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

A long distance kiss....

No matter where we both shall go, or what distance keeps us apart, I think about you always and every day.
Just want you to know that I keep you in my heart and you’re in my prayers at all times!
Missing you this much breaks my heart...
Happy 50th birthday cousin!!!
♥blowing a big kiss and a very very long hug♥