segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Yara e Manelito


Acaba de nascer uma luz;
Uma luz de novos planos
De novos momentos.
Essa luz está cheia de encantos,
Cheia de magias,
Cheia de vida.
Essa luz é o fruto de dois corações,
É o mais novo ser do mundo
Um ser lindo
Tão pequeno...
Anjinho...
Que veio para ensinar o que é amor.
Anjinho
Que veio para amar e ser amado.
Anjinho cheio de glória
Cheio de Benção.
A partir de agora esse
Anjinho vai aprender como saber viver no amor
Aprender os passos para chegar até a Felicidade.
Seja bem vinda essa luz que acaba de nascer.

E aos guardiões destas 2 luzes que hoje nasceram
Eu desejo...
Parabéns pelos Bebés!!

domingo, 20 de dezembro de 2009

Gosto deste mês...

... a época das festas, o cheiro a Natal, o espectáculo das montras comerciais, as ornamentações nas ruas... Esta mistura de cheiros, cores e sons quase me fazem esquecer outras coisas que me atormentam...
Gosto dos jantares de Natal com a família, os amigos, os colegas, gosto de dar presentes, gosto dos sorrisos sinceros e dos abraços ternos, gosto muito do pinheiro de natal.
E gosto que a minha sogra me tente a gula diariamente com aquelas coisas boas polvilhadas a canela e açúcar, doces sonhos com molho de erva doce e pau de canela e tantas comidas deliciosas como só ela sabe fazer... Hummmmmm...!!!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Ora cá está ele (H1N1)!!

O pituko foi diagnosticado positivamente quanto à gripe A no sábado. Partimos do princípio de que, aqui em casa, todos a temos.
Contrariamente ao que seria de esperar, sinto-me bem. Não fosse estas "cócegas" na garganta, diria estar óptima! A gripe, dita, sazonal causa-me sintomas bem mais fortes e chega a levar-me à cama. Não fosse a recomendação de ficar em casa para não contagiar outras pessoas, e hoje mesmo eu estaria laureando a pevide pelo mercado de Quarteira.
Eu já era da opinião que a Gripe A não passa de uma gripe normal e que a imprensa é que tem gerado esta pandemia à sua volta, e agora ainda sou mais. A agravante é um sistema imunológico debilitado. Mas isso aplica-se a qualquer doença!!
No ano passado as pessoas iam para o emprego ranhosas, com tosse e febre, beijavam o vizinho do lado sem preocupação alguma. Este ano, ao que parece, é pecado estar com a gripe, seja ela de que tipo for!
Seja como for, espero que todos vós, a quem calhe a visita, que esta se faça sentir tão suavemente como aqui por casa!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

O vôo das mais novas borboletas!

Hoje as borboletas têm uma cor especial,
o sol brilha com uma nova força
e esta noite as estrelas sorrirão
pelo nascimento dos vossos gémeos!
Parabéns pela chegada de tão esperado casalinho.
Sejam bem vindos e que o mundo os receba de braços abertos...
Desejo que estes seres tão pequeninos, que já receberam a benção de Deus, sejam muito queridos e amados e que cresçam com muita saúde.
E que a família de vocês, agora mais numerosa, se perpetue dentro da harmonia que sempre esteve e que esta criança possa aumentar ainda mais a vossa felicidade...!
PARABÉNS ANDREIA & SILVÉRIO!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Parabéns Sandra & Victor!

Nasceu esta madrugada o Rui Pedro!
Começa agora uma nova vida, com um sentimento de carinho e união, que só um bebé pode trazer. Desejo sinceramente que o amor vos oriente na missão de o criar, iluminando-vos e protegendo-vos sempre.
Parabéns!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Este ano toda a família ajudou na montagem e decoração da árvore de Natal. Damos por concluídos os nossos afazeres natalícios!
Agora é só esperar pelas prendinhas que o pai Natal irá trazendo!!!!!
Hoooo! Hooooo! Hoooooo!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Ser feliz!

(pensando em vós, Cristina e Isabel)
Por vezes, a vida tem caminhos estranhos, tortuosos e difíceis para nos levar até a momentos de extrema felicidade. Porque felicidade absoluta não existe. Existem sim, momentos extasiantes de felicidade, momentos felizes, momentos agradáveis e todo um percurso para chegar até aquele estado de espírito feliz, alegre, repleto de emoções e sensações diversas, a que chamamos felicidade. Percurso esse, que por vezes pode ser mais ou menos “acidentado”. O segredo para atingir muitos momentos felizes, elevados ou não a um pretérito, é saber administrar e negociar com a vida. A felicidade é directamente proporcional à capacidade que temos de gostar de nós. Com o tempo mudamos nossos valores, gostos e aprendemos a encarar as coisas de outra forma. Porque a vida assim o ensina. Porque “tudo acontece por uma razão”, ainda que só saibamos o motivo pelas quais aconteceram no futuro.
Uma coisa é certa e a vida já me ensinou: a busca pela aprovação dos outros é um obstáculo que impede as pessoas de atingir a felicidade. O segredo é ficar surdo para o que vem de fora e aprender a ouvir o que vem de dentro!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Wegue, wegue!!

O Modelo lançou, pelo terceiro ano consecutiva, a campanha de Natal «Causa Maior» com a sua embaixadora Popota.
Cá em casa estamos rendidos! Assim que ouvimos o som dos Buraka Som Sistema, eu e o pituko quase que nos atropelamos ao correr para a frente da tv para ver a diva Popota a dançar.

E pronto! É o Natal! Wegue, wegue!!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

es·tu·pi·di·fi·can·te

Adjectivo. Feminino. Singular. Não, foi plural!
Para ser sincera não sei se são as considerações que fizeram ao Decreto-Lei que são estupidificantes, ou se é a pessoa que as tem à frente e não as sabe aplicar a cada situação...!
Eu acredito que não existe nada de completamente errado no mundo. Até mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia!
Mas bolas! Às vezes aparece-me à frente (ou do outro lado do telefone) pessoas de mente tacanha e horizontes de meio metro que mais hipótese não me deixam se não ir subindo a hierarquia até chegar a alguém que saiba entender a língua Portuguesa e não apenas lê-la. Isto é coisa que, por norma, detesto fazer.
E o stressada que fico quando tenho que me valer da razão...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Como é que se chama mesmo...

aquele direito constitucionalmente consagrado e atribuído ao trabalhador para que este não fique psiquicamente incapaz ...?
Aquele, onde se lê que o direito a férias deve efectivar-se de modo a possibilitar a recuperação física e psíquica dos trabalhadores e a assegurar-lhes condições mínimas de disponibilidade pessoal, de integração na vida familiar e de participação social e cultural
Ah! É isso! Férias!!!

Alguém viu as minhas...?

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

A saudade é ...

a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar...!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Acendi a minha Vela

Pergunto-me o que sentem os pais de uma criança de 4 anos que morre afogada...
Pergunto-me o que sentem uns pais quando o seu pior pesadelo se torna real...
O quão grande deve ser o desespero e o sentimento de impotência.
Compartilho o pesar de tantos quantos sabem deste infortúnio.
Mas hoje dou graças a Deus. Por ter o meu filhote comigo, por o poder agarrar e beijar sempre que queira, porque na sequência desta tragédia, relembro minuto após minuto o momento em que quase o perdi.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Troca de horários

Desde há uns dias a esta parte que acordo bem cedo. Às 5 da manhã! E às 6 já estou sentada ao computador (maravilhas de trabalhar praticamente em casa e de ter serviço que nunca mais acaba...)
Só que acordo com a sensação de estar mais cansada do que estava quando me deitei. É claro que quando chega às dez da noite estou caindo para o lado.
Eu estou cansada com ouvir o ditado “deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer!” e até acredito que haja algum fundo de verdade no dito, mas também acredito que será acordar e deitar cedo por vontade própria!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Dias fartos em emoções!

Finalmente tirámos uns dias e eu confesso que já estava a precisar!
Na passada sexta-feira à noite foi enfiar umas roupitas na mala e arrancar logo de manhãzinha rumo ao norte.
Passámos o fim-de-semana em Guimarães, em casa de amigos e divertimo-nos imenso. Chegámos lá com a ideia de fazer uma surpresa aos Vimaranenses mas também nós fomos surpreendidos pelos primos Figueirenses que também lá tinham ido passar o fim-de-semana! Tivemos de tudo. Jantares, passeios, teleférico, comboio, almoçaradas, festas, fanfarra, mas principalmente muito boa companhia!
Só depois subimos até ao Gerês. Tinha saudades do contacto com a natureza, da calma, dos sons da natureza, do verde intenso a contrastar com o azul das lagoas, as cascatas... as cabras, os cavalos...
Enfim, foram dias de momentos a 3, recheado de emoções, aventuras e pura diversão!
Contudo... foram 2.500kms em 4 dias e eu continuo a sentir-me cansada. Extremamente cansada. Física e principalmente, psicologicamente. Preciso de férias. Preciso de descanso! Preciso de relaxar e recarregar baterias... Mas isso só daqui por mais umas semanas... Mais dois (longos) meses...

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Sr. TerçOLHO

Quando me deitei no domingo doía-me o olho. Ontem assim que me levantei e mesmo sem olhar ao espelho, soube logo que um dos malfadados hordéolos, que tanto me apoquentam a vida, tinha feito nova visita.
Aqui ando eu, com o olho direito inchado e vermelho, mas o que me irrita mesmo é a comichão. Dá vontade de voltar o olho para dentro!!
E cada pessoa com que falo tem a sua mezinha: esfregar uma massinha na cara, pôr mel, colocar um anel de ouro aquecido numas calças de ganga em cima do dito, esfregar com uma mosca … enfim!
Mas a melhor de todas é quando me dizem que foi por ter olhado para uma mulher grávida ...!

terça-feira, 18 de agosto de 2009

A princesinha chegou!

Depois de longos anos de espera, a minha sogra vê finalmente nascer uma menina na família. Tanto eu como a Carla tivemos meninos, mas ontem fomos brindados com o nascimento da primeira filha dos meus cunhados Jorge e Xana.
A Laura nasceu com 3.160kg às 19:20h e é uma criança de sorte por ter pais sensacionais que lhe vão certamente dar todo o carinho e apoio, e uns avós e tios que cuidarão de estragá-la!!!
E não é por ser da minha família mas a menina é muito linda, perfeitinha e toda fofa!!
Muitos parabéns aos papás!

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

It's My Birthday and I'll Blog if I Want to!!

É dia de soprar velinhas (... muitas...!!!) e sorrir, agradecida por mais um ano de vida.

Há situações que acontecem, que para além de nos marcar profundamente, nos fazem refletir sobre a questão da importância da vida.
Eu, num curto espaço de tempo fui marcada por duas. A mais recente, gravada a ferro e fogo na minha memória. E apesar de não conseguir parar de pensar no que poderia ter acontecido, só tenho a agradecer o facto de a vida me permitir continuar a gozar a companhia dos meus mais queridos.

A vida me ensinou...
A dizer adeus às pessoas que amo, sem tira-las do meu coração;
Sorrir às pessoas que não gostam de mim, para lhes mostrar que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;
Calar-me para ouvir;
Aprender com meus erros .
Afinal eu posso ser sempre melhor.
A lutar contra as injustiças;
Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo,
A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;
Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente, pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordado;
A acordar para a realidade;
A aproveitar cada instante de felicidade;
A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;
A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro;
Me ensinou e está me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.
Charles Chaplin

segunda-feira, 20 de julho de 2009

"Meu amigo é meu mestre, meu discípulo e meu companheiro"

Amizade é um sentimento fiel de afeição, simpatia, estima ou ternura entre pessoas que geralmente não são ligadas por laços de família ou atracção sexual.

Quem é, ou tem um amigo, ou traz no coração esse sentimento, sabe que a amizade vai muito além da definição de um dicionário. No decorrer da vida, nós desfrutamos da companhia de diferentes tipos de amigos. Os amigos de nossa infância, os amigos da escola, o 'melhor' amigo da adolescência, bons colegas de faculdades e de trabalho, amigos com os quais compartilhamos bons e maus momentos, companheiros de patuscadas e divertimento...
À medida que vou envelhecendo e que algumas adversidades se vão colocando no meu caminho (ou será encalço...?) vou guardando memórias com muito carinho de algumas pessoas, que por um motivo ou por outro, contribuíram para eu ser a pessoa que sou hoje. Pessoas que mudaram o meu mundo. Que intensificaram as minhas alegrias, que amenizaram o meu sofrimento, que me confortaram, que me mostraram o caminho.
Passem os anos que passarem, interponha-se qualquer distância, mas jamais poderei esquecer pessoas como a Sandrinha, a Isabel, a Cidália, a Bélinha, o Sérginho, o Zé, o Noné, a Rita, o meu querido primo Luís, a Christine, a Maria de Deus, o Jorge, a Ângela, a Cátia, a Natasha, o Valdemar, a Débora...
Pessoas que valorizo, que estimo e pelas quais nutro muito carinho e consideração!

terça-feira, 14 de julho de 2009

My 36th Birthday Wishlist

Inspirada pela minha querida Rita e com o meu aniversário já ao virar do calendário, não haverá melhor altura que esta para aqui postar uma Birthday Wish List...

*Umas mãozinhas extra para segurar os livros na estante;
*Um bilhete duplo para ir ver os James e os waterboys no dia 7 ao rock one;
*O anel MAEVC do Gil Sousa;
*Férias (pode ser novamente a Punta Cana porque 9 dias estão a 450€);
*O relógio swatch black flower;
*O perfume Sensi Eau Parfum de Giorgio Armani ou o Coral Flower de Lolita Lempicka);
*Uns óculos de sol, redondos, tipo anos 60;
*O cd Hey Ma dos James;
*Um cartão SD com adaptador USB, para transferir fotos do pc para a moldura digital;
*Tempo! Tempo para os meus 2 homens, tempo para leitura, tempo para ir ao cinema, tempo para conhecer lugares novos, ou simplesmente tempo para descontrair...;
*...

Working less, Living more!

Quando se leva uma vida regrada por um trabalho que é um verdadeiro suplício mental, correndo atrás do tempo, com um stress excessivo, noites de pouco sono, falta de exercício, enfim, os factores de risco básicos associados a problemas no coração, a AVC’s e a outras doenças capazes de transformar a nossa vida por completo, qualquer susto aos 35 anos, apesar de aparentemente não deixar quaisquer sequelas, nos levam a (re)considerar os parâmetros pelos quais nos pautamos.
No decorrer desta semana dei por mim a ouvir palavras que diziam que o único tempo que temos garantido é o presente e não se sabe se o futuro nos irá dar oportunidade de dar valor a outros valores. Que, por vezes, a vida parece sem sentido justamente por que não a vivemos. Temos que encontrar forças para mudar isso enquanto ainda temos tempo.
Realmente, ao invés de viver, eu trabalho. Ao invés de me divertir e de verdadeiramente estar com a minha família, levo o tempo a pensar no que está por fazer e acabo gastando o meu tempo, a minha energia e principalmente a minha paciência resolvendo problemas que não vão acrescentar em nada a minha vida.
É óbvio que todos precisamos de trabalhar, mas há uma grande diferença entre trabalhar para viver e viver para trabalhar!
Para já, acho que a única saída para isto é trocar o meu paradigma: "viver mais em menos tempo" por "trabalhar menos e viver mais".
Eu, estou a tentar! Antes que seja tarde demais...!

terça-feira, 30 de junho de 2009

Aventura Intensa Terrível... à meia-noite!!

Tudo começou ontem por volta das 22:30h.
Deito-me na cama e começo a ficar com a mão esquerda dormente. Mudo de posição. Passa também para o pé. Por volta da meia-noite o raio do formigueiro não passava. Liguei para a saúde 24. Directa ao hospital de Faro. Já cheguei lá com uma dor de cabeça horrível, mas a dizer as palavrinhas todas. As que devia e as que não devia! Portanto a coisa quase que nem se fez sentir. Avisou apenas que é melhor levantar o rabo da cadeira...
Passei a noite no "hotel", abastecendo as veias de bebida branca com umas misturas manhosas lá pelo meio.

Mexa esse rabo! Faça jardinagem! disse-me a médica quando me deu alta esta manhã.
Por isso meus amigos, aceita-se uma podazinha do vosso mais lindo arbusto...

domingo, 28 de junho de 2009

Soltar a voz... libertar o grito...!

O tempo que tudo transforma, transforma também o nosso temperamento. Cada idade tem os seus prazeres, o seu espírito, os seus hábitos e o seu temperamento.
Eu, sinto que cada vez reajo com mais calma a certas adversidades, mas confesso que há situações (e pessoas) que conseguem exasperar-me de tal forma que, se não consigo fazer o log off rapidamente, o amplificador multicanal é accionado e lá vai som!

terça-feira, 16 de junho de 2009

De barraca armada!

Por uns dias interrompi os afazeres. Escritório encerrado por um dia (que resulta em 5 devido as feriados e fim-de-semana), porque todos precisamos de retemperar as forças para os longos dias que ainda temos pela frente.
Já que, e ao contrário do ano passado, tenho o G. em casa, obriguei-me a um tempinho extra para os meus homens. (bendita altura em que cedemos a exploração do bar!)
E não posso, nem gosto para dizer a verdade, de tirar férias no Verão. Mas a verdade é que já me sabiam bem uns dias de sossego, sem horários rígidos, enquanto o inverno e as férias não chegam.
Acordámos na quarta-feira e o tempo estava maravilhoso. A possibilidade de ir acampar já andava a ser falada e foi enfiar umas roupitas na mochila e arrancar, com possível direcção ao parque de campismo da galé, em Melides. Na possibilidade dos bungalows estarem todos ocupados, pusemos também o iglô na mala da pick-up.
Ao passar pela placa que indica a direcção da marisqueira que tanto gostamos na Azenha do Mar, apercebemo-nos de outra que diz parque de campismo. Fomos indagar e ficámos. O parque é pouco mais caro que os demais, mas pela proximidade com uma praia deslumbrante, pela natureza que o rodeia e pelas as piscinas que tem, vale o preço.
Foram 5 dias de contacto com a natureza, a elevarmo-nos no sono ao som do rebentar das ondas, a acordar com o pipilar das gaivotas mariscando, jantar contemplando o pôr-do-sol e ouvindo o coaxar das rãs, sem computador, sem relógio, sem electricidade, sem televisão e sem melgas, acreditem ou não!
... só paz, descanso e natureza, porque de resto encontrámos na costa alentejana um dos lugares mais bonitos de Portugal!
Enfim...! Soube a férias!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

SETE PECADOS CAPITAIS

A minha vizinha Quarteirense (que tem uma mãozinha divinal para uns doces que são uma tentação pecaminosa) pede-me que revele a minha relação com os pecados capitais neste desafio:

1. GULA- De todos os outros pecados, este é o mais difícil de controlar, porque tenho o prazer de comer. Adoro desfrutar de uma boa refeição e em boa companhia, sou capaz de ficar horas a uma mesa.
2. AVAREZA- Não tem nada a ver comigo, gosto imenso de oferecer. Tenho prazer em agradar às pessoas de quem gosto. E quando digo dar, não estou só a falar de bens materiais...
3. INVEJA- Sou demasiado egocêntrica nesse sentido. Mas, quando acontece desejar o que outros têm, possuem ou desfrutam, luto para conseguir o mesmo para mim, mas sem renegar ou destruir o alheio. Sempre tive prazer em trabalhar e lutar para ter aquilo que tenho. E tenho muito orgulho nisso!
4. IRA- O meu maior pecado, se bem que ultimamente o tenho vindo a controlar. Mas é um sentimento mental e emotivo que controlo pouco e manejo pior ainda, deixando-me fora de controlo quando me sinto agredida. Já aconteceu mesmo perder a racionalidade e dizer coisas das quais me arrependi posteriormente. Perco a calma com facilidade, sou muito impulsiva e revolta-me as injustiças.
5.SOBERBA/ORGULHO- Não me considero superior a outras pessoas e acho que não trato ninguém com desprezo, mas sou orgulhosa q.b. daquilo que tenho e daquilo que construí.
6.LUXÚRIA- É (mesmo!) quase impossível escapar deste...
7.PREGUIÇA- Não sei nada deste! Mas ando com vontade de a ela ser apresentada e tirar uns dias de mandriice e preguiça... hummmmm

E os felizes contemplados com o desafio são:
Bala
Carla Sofia
Débora
Paula
Rita
Sofia
Teresa

sábado, 6 de junho de 2009

As maravilhas de morar no campo...!

Ouvir os passarinhos a cantar logo de manhã...
Ver os limões a nascer e crescer no limoeiro...
Ir à árvore colher albricoques para lanchar...
Ter a minha própria salsa e coentros...
Ter a cozinha invadida por formigas...
Ter festas e festivais de melgas e mosquitos à porta de casa, prontas a irromper casa adentro se uma porta ou janela lhes for aberta...
Ver as osgas a passearem-se pelas paredes do alpendre...
Acordar à noite com um besouro a dar-nos beijinhos nos dedos dos pés...
Dar de caras com perigosas alclaras e aranhas chernobylescas...
Ahhhhh... Como é boa a minha vidinha de campónia nesta envolvente biodiversidade da fauna...!

sábado, 30 de maio de 2009

Você sabe amar ?

Eu estou aprendendo. Estou aprendendo a aceitar as pessoas, mesmo quando elas me desapontam, quando fogem do ideal que tenho para elas, quando me ferem com palavras ásperas ou ações impensadas.

Não é fácil aceitar as pessoas assim como elas são, não como eu desejo que elas sejam, mas como elas são! É difícil, muito difícil, mas estou aprendendo. Estou aprendendo a amar. Estou aprendendo a escutar, escutar com os olhos e ouvidos, escutar com a alma e com todos os sentidos.

Escutar o que diz o coração, o que dizem os ombros caídos, os olhos, as mãos irrequietas. Escutar a mensagem que se esconde por entre as palavras corriqueiras, superficiais; Descobrir a angústia disfarçada, a insegurança mascarada, a solidão encoberta.

Penetrar o sorriso fingido, a alegria simulada, a vangloria exagerada. Descobrir a dor de cada coração. Aos poucos, estou aprendendo a amar. Estou aprendendo a perdoar pois o amor perdoa, lança fora as mágoas, e apaga as cicatrizes que a incompreensão e insensibilidade gravaram no coração ferido.

O amor não alimenta mágoas com pensamentos dolorosos. Não cultiva ofensas com lástimas e autocomiseração. O amor perdoa, esquece, extingue todos os traços de dor no coração. Passo a passo, estou aprendendo a perdoar, a amar.

Estou aprendendo a descobrir o valor que se encontra dentro de cada vida, de todas as vida, valor soterrado pela rejeição, pela falta de compreensão, carinho e aceitação, pelas experiências duras vividas ao longo dos anos, Estou aprendendo a ver nas pessoas a sua alma, e as possibilidades que Deus lhes deu.

Estou aprendendo, mas como é lenta a aprendizagem! Como, é difícil amar, amar como Cristo amou! Todavia, tropeçando, errando, estou aprendendo... Aprendendo a pôr de lado as minhas próprias dores, Meus interesses, minha ambição, meu orgulho quando estes impedem o bem-estar e a felicidade de alguém. Como é duro amar !!!

Autor desconhecido

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Mudanças...! De casa. Na casa. Em casa!

Após 75 dias em casa da sogra (diga-se que a experiência foi boa), eis que no sábado, em decisão de última hora, voltámos para a nossa "nova" casa.
Obras acabadas, uma nova casa de banho, outra completamente renovada e aumentada e o quarto do miúdo que está (ficando) um mimo!
Agora falta os "finalmente". Muita coisa para pregar, outras para mudar de sítio e outras ainda com sítio por arranjar.
Entre a selecção do que fica e do que vai fora (e acreditem que não vou ter grandes misericórias ...) e o tempo para arrumar as coisas no lugar, a sala ainda parece um barraco e arranjar espaço para passar entre tudo o que lá foi "depositado" parece missão impossível.
O antigo estúdio, por enquanto, irá dar lugar à biblioteca...

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Os homens que mudaram a minha vida,
que me fizeram repensar posturas,
crenças e valores...

Os homens que eu AMO!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Do bem e do mal

Todos têm seu encanto: os santos e os corruptos.
Não há coisa na vida inteiramente má.
Tu dizes que a verdade produz frutos...
Já viste as flores que a mentira dá?

Mário Quintana

terça-feira, 12 de maio de 2009

Fim de Semana em Londres

A verdade é que um mês não é suficiente para conhecer a cidade e como disponibilidade de tempo não consta da minha agenda, vamos sentindo a essência londrina aos poucos.
A dificuldade está em escolher de entre centenas de opções, mas a Débora e o João, mais uma vez, se revelaram excelentes anfitriões e proporcionaram-nos um fim-de-semana bastante agradável.
É uma (óptima) sensação sentirmo-nos parte do fluxo de uma cidade que nunca pára, dia e noite.
Mais uma vez deliciei-me com os "baldes" de café com leite e os chocolates quente, jurando que valem os cerca de quase 5€ que custam.
... began to feel like I might fit in london city...!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

A revolução dos low-costs!!

Até há algum tempo atrás, fazer uma viagem de avião era um luxo a que poucas pessoas se podiam dar.
Hoje em dia, é possível encontrar voos low cost a preços irrisórios, saindo mais barato ir passar uns dias a um qualquer destino um pouco mais longínquo do que o ir "para fora cá dentro"!
Aproveitando a maré das viagens baratas e a hospitalidade dos queridos amigos Débora e João, vamos em breve fazer outra visita a terras de sua majestade...!

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Fim-de-semana de Baja!

No sábado à tarde fomos ter com o G. à zona onde decorreu a Baja Terras D´el Rei. Enquanto esperávamos que ele terminasse o trabalho, fui com o pitukinho até ao Pereiro, zona onde estava montado o centro nevrálgico da baja. O miúdo delirou. Eram camiões-tanque, roulottes, tendas, carros de bombeiros, ambulâncias, helicópteros e toda uma panóplia de motores. Não haja dúvida que puxou o gosto do pai por estas coisas. Depois fomos até Alcoutim beber um sumo e passear à beira-rio. Soube bem estar ali deitadita na relva, a ler uma história ao pitukinho e a ouvir a sonante música que vinha da outra margem.
Ao jantar, encontrámos um casal amigo de Quarteira que lá estava também a passar o fim-de-semana.
Foi bom, soube a pouco!
A quem queira tirar um fim-de-semana de descanso em conta, aconselho vivamente a zona de Alcoutim, ainda para mais com as festas de Sanlúcar de Guadiana em Maio. A estalagem fica em €36 se paga com cheque hotel.

quinta-feira, 9 de abril de 2009


“A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que se é; ou, mais correctamente, de ser amado apesar daquilo que se é.”


Victor Hugo

terça-feira, 31 de março de 2009

Diferente entre iguais...

... ou igual entre diferentes?

Será que deverei mesmo tratar as pessoas conforme elas são?
Se a pessoa for maluca, tratá-la-ei como uma maluca;
se for cínica, tratá-la-ei com cínismo;
se for honesta, tratá-la-ei com honestidade;
se for malandra tambem a tratarei com malandrices
e por aí fora...?

Porque há situações de cinismo sob encomenda que me aquecem por dentro!!!

terça-feira, 10 de março de 2009

Obras em casa

Decidimos fazer obras em casa. Aumentar e remodelar a casa de banho, fazer uma nova no quarto do miúdo, pintar o quarto dele, trocar alguns electrodomésticos. Nada por aí além. Os pedreiros começaram hoje. Quando lá fui, à hora do almoço, tinha as portas de todos os compartimentos, à excepção dos que vão andar em obras, fechadas e calafetadas. Olhando para aquilo, comecei a ser assaltada por visões menos boas... Os pedreiros chegam às 08 horas, hora em que nos estamos despachando para sair de casa. Tomar banho, vestir, tomar o pequeno-almoço... Sem falar no pó que vai ficar no ar...
Telefonei ao G. e em 5 minutos arrumei as malas. Vamos ficar no apartamento dos meus sogros por 3 semanas (...?)

segunda-feira, 2 de março de 2009

Ruby


Se ainda fosse vivo, faria hoje 16 anos...
Tanta falta sinto dele!
E quanto mais conheço a raça humana, maior é o meu sentimento de perca...

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Chico-Espertus Lusitanus

Foi um espectáculo que manteve Toni e Zézé no palco durante quase duas horas ontem à noite no teatro das figuras em Faro.
Numa verdadeira linguagem de treta, Zézé e Toni, trocam as suas teorias recheadas de ignorância e convencimento, mas sobretudo com muito humor, sobre as coisas mais banais e quotidianas da realidade portuguesa.
Como conversa puxa conversa, falam de tudo e mais alguma coisa. Operações plásticas, segurança, educação saúde, literatura portuguesa (adorei a Floribela Estanca e o Fernandes Pessoa), desporto, entremeado com um pãozinho molhado no molho da Neireda e ainda alvitram o fecho da ASAE.
Depois de uma barrigada de riso e antes de ir para a cama ainda se fez tempo para irmos beber uns copos. Os "23" ainda se agarraram a umas carls e umas bergs. Eu e a Rosita preferimos os pernas de pau em versão shot!
Constato que tenho saído poucas, mas boas vezes!!!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Este ano

tramaram-me o dia dos namorados com uma acção de formação. Logo este ano que o dia calha ao fim-de-semana e eu já tinha planeado um dia inteirinho só com o meu hubby...
:(
Resta-me a noite. Avó convocada para babysitter porque ao menos vou jantar só com o meu G.! Pouco me importa se jantarei à luz de velas ou ao calor de uma lareira, só sei que me sinto assim... com vontade de apenas querer estar em cumplicidade...!

Posso confessar que vivi muitos anos a comemorar este dia à mesa de um restaurante em jantares de (des)encalhados. E gostei. Gostava. Cheguei a participar em jantares, daqueles "trás mais um contigo", com mais de uma centena de pessoas. E foi em jantares destes que o cupido juntou dois casais amigos...
Aos que hoje comemoram este dia ainda desta maneira diferente, aproveitem. Um dia, vai deixar aquela saudade e doce melancolia, à qual, ainda assim, não se quer voltar.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Sinal de evolução?

O Cartão do Cidadão chegou ao Algarve há cerca de um ano.
Mas passado todo este tempo, ou se passa uma madrugada à porta do cartório para se conseguir uma senha para o próprio dia ou se tenta agendar, via telefone, para o mês seguinte.
Eu estou tentando conseguir marcação... há dois meses!!!

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Dia Mundial contra o Cancro

Para mim hoje é um dia, de alguma forma, especial pois este tipo de doença tocou-me (toca-me) bem de perto. Só quem teve esta doença, ou outra que de alguma forma ameaçou a sua vida, pode compreender o turbilhão de emoções que nos invadem de rompante. A alegria diária de estar viva, de olhar para o futuro com esperança e coragem, sempre de sorriso nos lábios e com pensamento positivo.
Não sei até que ponto se pode lutar contra esta doença. Não sei quais as probabilidades de vencer ou sair vencida. Até porque essas já nem me dizem nada.
Hoje levantei-me com vontade de celebrar a vida! Porque há dias que têm que ser assinalados...!!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Há dias...

em que me apetece gritar...
em que o desânimo toma conta de mim...
em que me a raiva parece que me domina...
em que me apetece fugir de tudo e não de todos mas de alguns...
em que a decepção parece formar uma redoma em torno do meu mundo...
em que quero culpar alguém pelas contrariedades que me surgem no caminho...

e hoje é um desses dias...

Mas prometi a mim mesma que em 2009 iria aplicar na prática a sabedoria que tanto apregoo (pensar positivo para atrair coisas boas), e como tal vou tentar acalmar-me e pensar positivamente, contrariando este instinto natural de reagir negativamente.
Afinal, pode-se sempre encontrar algo de positivo em situações negativas, certo?
(I'll keep looking...)

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Alma Gorda!

Longe vão os tempos em que cabia dentro de umas calças 36 (57 quilos distribuídos em 1,56 de altura)...
A dada altura começei a ficar com excesso de fofura, como diz a minha amiga Maria.
Hoje, 15 anos depois e 15 quilos a mais, constato que apesar dos números a mais, sou muito mais feliz!!
Claro que se emagrecesse 10 ou 12 quilos, estaria infinitamente mais feliz, mas a vida em geral é assim: estamos sempre a uns quilinhos da felicidade plena...!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Foi simplesmente...

maravilhoso!!
Depois da pneumonia e da tosse irritante, as bactérias e vírus foram completamente dizimados pelos ares gélidos de Londres. Sim, porque em Londres sente-se o frio Siberiano na rua e o calor Caribenho dentro de portas!
Quando lá chegámos, no dia 26, o João já estava à nossa espera no aeroporto e só lhe faltava mesmo a placa a dizer "tugas"! No caminho lá fomos pondo alguma conversa em dia e chegados a sua casa foi hora dos beijos e abraços com a Débora e o seu tintinho. Jantámos uma das comidas sublimes da Débora e ficámos por casa porque as saudades eram muitas.
No dia seguinte foi dia de conhecer Dartford. Achei linda e acolhedora!
Dia 28, fomos a Londres e tivémos direito a ceu azul e sol! Mas calor não. Também não se pode pedir tanto!! As ruas têm uma atmosfera própria... vibrante! Na ponte, a tirar fotos e a admirar o London Eye, ouvi o "din don" das 15h do Big Ben. Fiquei encantada com a magnifíca arquitetura mediaval da abadia e das casas do parlamento de Westminster! Em Trafalgar Square fomos surprendidos por uma parafernália tal de carros da polícia que ainda suposemos que tinham raptado a rainha...! Voltamos para o carro já a noite caía, e a imagem sobre o Tamisa nessa hora do dia/noite é de facto magnífica. Londres é de facto apaixonante!!!!
No dia seguinte fomos ao bluewater, que é o segundo maior shopping no Reino Unido e tem uma área de lazer espectacular. Lojas timberland e orange county choppers fizeram as nossas delicias!
Dia 30 fomos a Greenwitch. Visitámos o Observatório, confirmámos a hora GMT com o relógio e visualizámos (!) o meridinano que divide o ociente do oriente. Os jardins aparentam ser lindos e prometemos lá voltar em dias mais solarengos para os visitar e dar comidita aos esquilos. Neste dia, ou melhor, nesta noite, eu e a Débora fizemos uma night out e fomos aos saldos! Só as duas!!
No dia 31, visitámos o lakeside, o centro comercial rival do anterior. Gostei mais do anterior, embora as casas de banho deste centro sejam lindas! Claro que nesta noite tivémos direito a festança lá em casa, com a Débora a preparar-nos um verdadeiro manjar de Deuses (digo-te amiga que já comia outra vez daqueles camarões... molho divinal aquele que fizeste!!).
Dia 1, foi dia de Portugal! Fomos à zona Portuguesa de Londres, onde nos refastelámos com comidita e bebida cá da nossa!
Não sei se a comida estaria muito boa ou nem por isso, o certo é que eu e a Débora passámos o dia seguinte em casa mal dispostas. Os rapazes ainda saíram e foram aos saldos deles!
Dia 3 ainda fizémos uma investida final aos saldos e à noite fomos ao O2, que juro vale a pena visitar!
Dia 4, rumámos a casa!
Certo é que sinto saudades daqueles cafés, servidos em baldes...! E das coisas boas que comíamos ao pequeno Almoço!
A vocês Débora, João e Gabriel obrigada por nos terem recebido tão bem e nos terem proporcionado umas férias de facto magnificas!!
Agora esperamos nós por vós!