terça-feira, 18 de agosto de 2009

A princesinha chegou!

Depois de longos anos de espera, a minha sogra vê finalmente nascer uma menina na família. Tanto eu como a Carla tivemos meninos, mas ontem fomos brindados com o nascimento da primeira filha dos meus cunhados Jorge e Xana.
A Laura nasceu com 3.160kg às 19:20h e é uma criança de sorte por ter pais sensacionais que lhe vão certamente dar todo o carinho e apoio, e uns avós e tios que cuidarão de estragá-la!!!
E não é por ser da minha família mas a menina é muito linda, perfeitinha e toda fofa!!
Muitos parabéns aos papás!

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

It's My Birthday and I'll Blog if I Want to!!

É dia de soprar velinhas (... muitas...!!!) e sorrir, agradecida por mais um ano de vida.

Há situações que acontecem, que para além de nos marcar profundamente, nos fazem refletir sobre a questão da importância da vida.
Eu, num curto espaço de tempo fui marcada por duas. A mais recente, gravada a ferro e fogo na minha memória. E apesar de não conseguir parar de pensar no que poderia ter acontecido, só tenho a agradecer o facto de a vida me permitir continuar a gozar a companhia dos meus mais queridos.

A vida me ensinou...
A dizer adeus às pessoas que amo, sem tira-las do meu coração;
Sorrir às pessoas que não gostam de mim, para lhes mostrar que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;
Calar-me para ouvir;
Aprender com meus erros .
Afinal eu posso ser sempre melhor.
A lutar contra as injustiças;
Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo,
A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;
Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente, pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordado;
A acordar para a realidade;
A aproveitar cada instante de felicidade;
A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;
A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro;
Me ensinou e está me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.
Charles Chaplin